Liderança
 
 
 
   
 
Comissões
 
 
 
 
Bancada da Maioria
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Legislativo
 
 
 
 
Multimídia
 
 

Notícias
Publicada em 04 de Dezembro de 2017 ás 12:59:39
Share

Por indicação de Bira Corôa, equipamento viário da Avenida Orlando Gomes passa a ser chamado “Viaduto Mestre Didi”

 Para celebrar o centenário do sacerdote afro-brasileiro, artista plástico de reconhecimento internacional e escritor Desóscoredes Maximiliano dos Santos, o “Mestre Didi” o Governo do Estado tem realizado uma realizado uma série de ações, dentre elas, a nomeação do viaduto recentemente construído na Avenida Orlando Gomes como “Viaduto Mestre Didi”, atendendo a uma indicação do deputado Bira Corôa, e o tombamento do terreiro Ilê Asipá, casa religiosa dirigida pelo homenageado durante boa parte de sua vida. Atos aconteceram neste sábado (02), com presença de autoridades políticas, religiosas e familiares do eterno Mestre Didi.

Presente em ambas as cerimônias, o deputado Bira Corôa destacou: ” É uma homenagem mais que justa. Mestre Didi tem uma importante representatividade para a cultura baiana e brasileira, nos deixando um importante legado de ensinamentos acerca das religiões de matriz africana, além de ser um grande lutador pela igualdade, artista plástico, escritor, músico e sacerdote afro brasileiro. Mestre Didi defendeu uma bandeira de enfrentamento, com a força e determinação de poucos”. Falecido em 2013, Mestre Didi ficou reconhecido mundialmente pela sua produção artística, intelectual e atuação na defesa e preservação da cultura de matriz africana.
Ações foram realizadas através das secretárias de Cultura e de Promoção da Igualdade Racial. As titulares Arany Santana e Fabya Reis, respectivamente, estiverem presentes nos atos solenes e fizeram questão de externar a satisfação em terem contribuído para tão justas homenagens. Também prestigiou o ato o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, representando o governador Rui Costa, além do diretor da Fundação Pedro Calmon, Zulu Oliveira, o diretor do IPAC, João Carlos, e o presidente do Conselho Estadual de Cultura, Emílio Tapioca.


ASCOM

Leia Também
 
Assembleia Legislativa da Bahia
1a Avenida, 130, CEP: 41.745-001, CAB, Edifício Jutahy Magalhães, 3 andar - Salvador-Bahia.
Tels.: (71) 3115-7270
  Via X Internet