Liderança
 
 
 
 
Comissões
 
 
 
Bancada da Maioria
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Legislativo
 
 
 
 
Multimídia
 
 

Notícias
Publicada em 12 de Abril de 2017 ás 15:33:20
Share

Obras de abastecimento em Lauro de Freitas são vistoriadas por Rui

O abastecimento de água no município de Lauro de Freitas (RMS) e na localidade de Fazenda Cassange, em Salvador, está sendo reforçado com investimentos de R$ 71,4 milhões, na ampliação do Reservatório R23, da Embasa, localizado próximo à Central de Abastecimento da Bahia (Ceasa), na BA-526. As obras, que já estão com 77% da execução concluídas, foram visitadas pelo governador Rui Costa e pelo secretário de Infraestrutura Hídrica, Cássio Peixoto, na manhã desta quarta-feira (12). Rui também fez um sobrevoo de inspeção às obras de implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Lauro de Freitas e Interceptor Paralela/Salvador.

De acordo com o governador, as obras de abastecimento garantem mais saúde para as pessoas e também um melhor tratamento do meio ambiente. "Com essas ações, vamos melhorar a qualidade de vida da população da região metropolitana e da capital. Hoje sobrevoei a área das intervenções, que devem ficar prontas em dezembro. Neste momento estamos perfurando 18 poços artesianos para reforçar o abastecimento e estamos também fazendo instalações de bombas com boias flutuantes, a exemplo do que foi feito no período de crise hídrica em São Paulo, para buscar água mais longe nos reservatórios que já estão com nível abaixo do esperado”, alertou. 

Abastecimento

A intervenção vai aumentar a capacidade de atendimento, compatibilizando-a com as demandas de máxima horária atual e de fim de plano (2030). O Parque de Reservação do R23B (Ceasa) terá dois reservatórios apoiados com capacidade de 8.700 metros cúbicos, cada, e mais um reservatório elevado, com capacidade de 500 metros cúbicos. O Parque de Reservação do R23A (Caji), que já está em funcionamento, também está sendo ampliado, com a implantação de mais um reservatório apoiado, com capacidade de 8.700 metros cúbicos. 

A área a ser atendida compreende a localidade de Fazenda Cassange, em Salvador, e, em Lauro de Freitas, os bairros de Jardim Aeroporto, Caji, Itinga, Jardim Castelão, Jardim Caixa D’Água, Jardim dos Pássaros, Jardim das Margaridas, Quingoma, Araqui, Buraquinho, Ipitanga, Jockey Clube, Loteamento Miragem, Pitangueiras, Portão, Vila Praiana, Vilas do Atlântico, Jardim Aeroporto, Areia Branca, Capelão, CIA Mar e Jambeiro.

Segundo Rui, o Estado está fazendo um grande investimento para a segurança hídrica em toda a Bahia. “Temos uma obra emergencial de R$ 5 milhões em Vitória da Conquista, onde também estamos licitando a nova barragem do Rio Catolé, que vai resolver o problema de abastecimento na região, com investimento de R$ 200 milhões. As obras já estão em andamento na barragem de Baraúna, em Seabra, na Chapada Diamantina, com recursos de R$ 90 milhões. Devo inaugurar ainda este ano a barragem do Rio Colônia, que vai regularizar o abastecimento na região de Itabuna, outro investimento de R$ 70 milhões. Neste governo nós vamos concluir pelo menos três ou quatro barragens. Aqui na região metropolitana estamos projetando e vamos buscar água no Rio Pojuca, fazendo um barramento inicial e posteriormente construindo uma barragem. Este é um grande investimento que deve chegar a R$ 300 milhões e estamos buscando recursos de empréstimos junto ao Banco do Nordeste”.

Esgotamento

Atualmente, apenas 9% de Lauro de Freitas dispõem de esgotamento sanitário. Com as obras, a expectativa é ampliar o índice de cobertura para 95%, resolvendo um grande passivo ambiental e sanitário representado pelos efluentes que são lançados em rios como o Joanes e o Rio Sapato. O município é quase inteiramente atendido por fossas e sumidouros. Além dos bairros Itinga e Centro, o sistema irá beneficiar os moradores de localidades como Ipitanga, Flamengo (parte), Areia, Vilas do Atlântico, Portão e Buraquinho.

Segundo o secretário Cássio Peixoto, “as obras estão andando com velocidade, visando o bem-estar de toda a população. Esse tipo de intervenção compreende ainda pavimentação, por causa das passagens subterrâneas. Tudo está sendo feito de forma prioritária na região”.

O valor do investimento é de R$ 195 milhões, beneficiando meio milhão de baianos até o final de 2030. A previsão de conclusão das obras é no segundo semestre de 2017. Atualmente, o município de Lauro de Freitas dispõe de sistema público de coleta, transporte, tratamento e disposição de esgoto apenas em uma pequena parcela da sua extensão territorial, que conta com sistemas centralizados/simplificados de tratamento do esgoto (DAFA’s, Lagoas de Estabilização e outros).


Repórter: Raul Rodrigues


ASCOM

Leia Também
 
Assembleia Legislativa da Bahia
1a Avenida, 130, CEP: 41.745-001, CAB, Salvador-Bahia. Edifício Sede, 2 andar
Tels.: (71) 3115-7270 / 3115-7083 / 3115-7140 Fax.:(71) 3115-7357
  Via X Internet