Liderança
 
 
 
   
 
Comissões
 
 
 
 
Bancada da Maioria
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Legislativo
 
 
 
 
Multimídia
 
 

Notícias
Publicada em 28 de Setembro de 2017 ás 10:51:54
Share

Audiência pública debate "Esporte para Crianças Especiais"

 Com o tema “País Campeão de Cidadania Faz uma Nação Especial”, a Comissão Especial de Desporto, Paradesporto e Lazer realizou ontem audiência pública que discutiu o “Esporte para Crianças Especiais”. Os depoimentos emocionantes e emocionados de paratletas, dirigentes esportivos de entidades públicas, privadas e de parlamentares foram unânimes em atestar a força e a importância do esporte na transformação da vida e na inclusão social.

 
“O esporte é fundamental para crianças e adolescentes especiais, transformando não apenas suas vidas, mas a de toda família”, disse o deputado Bobô (PC do B), presidente da comissão. Ele acrescentou que o desporto “aproxima pessoas e abre oportunidades” , numa ação efi ciente para “minorar o sofrimento e melhorar a vida”.
A Bahia é fértil em medalhistas especiais. Exemplo é Verônica Almeida, única mulher no mundo a entrar para oGuiness Book por ter concluído a travessia Salvador/Mar Grande nadando na modalidade borboleta com um braço só. São 13 quilômetros de mar aberto que Verônica venceu em 4h56m. “O esporte dá autonomia, produz inclusão social, quebra paradigmas e preconceitos”, testemunha Verônica, para quem, apesar das carências, a situação hoje é melhor do que já foi.
 
ACESSIBILIDADE
 
A grande carência para os desportistas especiais é a acessibilidade. E o investimento para suprir esta necessidade é pequeno, acredita Verônica, apontado o caso da natação, “onde basta uma rampa de acesso, porque o resto é tudo normal. A piscina é a mesma, o campo de futebol é o mesmo, o tatame é o mesmo dos utilizados pelas pessoas ‘normais’ ”, diz.
Assim como é o mesmo o mecanismo disponível para financiamento público dos desportistas.
Verônica é uma das benefi ciadas com o FazAtleta, programa estadual de incentivo ao esporte, amador olímpico  e paralímpico, que concede abatimento no ICMS às empresas situadas no Estado que apoiem fi nanceiramente atletas e projetos esportivos.
Para Verônica, um dos grandes problemas vividos pelos especiais é a insensibilidade do empresariado, que ainda prefere investir prioritariamente no futebol, porque “o retorno é imediato, bem como a exposição na maídia”. Mas, ainda que lentamente, esta realidade também está mudando, diz.

APOIO
 
O Governo do Estado vem fazendo sua parte, disse Elias Dourado, diretor da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia, citando inúmeros atletas que contam com algum tipo de apoio oficial, seja com passagens para a disputa de campeonatos nacionais e internacionais, seja com a concessão de equipamentos adaptados.
 
“O governo tem interesse e investe no esporte”, afirmou Dourado, ressaltando que no último sábado o governador Rui Costa deu início às obras de construção do Centro de Treinamento de Canoagem, em Itacaré. O remo é uma modalidade onde a Bahia também tem campeão paralimpico, o médico Renê Campos; e onde o governo investe no apoio aos desportistas e na adaptação de equipamentos.
Há ainda o futebol de 5 praticado por jogadores cegos, basquete em cadeiras de rodas e o jiu-jitsu. Marleide Nogueira, idealizadora e gestora do Programa ‘Tatame Superação’ confirma o comprometimento de Elias Dourado com o assunto e elogiou a sensibilidade do deputado Bobô, que demostra “não só conhecimento de causa, como forte interesse” em debater e ampliar as oportunidades que o esporte provoca.
Agradecendo ao parlamentar pela oportunidade, Marleide fez um relato emocionado sobre os avanços e progressos registrados na vida do filho Igor depois da prática do jiu-jitsu.
 
Diagnosticado com autismo severo aos sete anos de idade, Igor foi condenado pelos médicos a uma vida inativa. Hoje, 16 anos depois de iniciar-se no esporte, ele é medalhista, concluiu o ensino médio e se prepara para cursar vestibular para Educação Física. O esporte, disse Marleide Nogueira, é exatamente como descreveu o deputado Bobô: um transformador de vidas.


ASCOM

Leia Também
 
Assembleia Legislativa da Bahia
1a Avenida, 130, CEP: 41.745-001, CAB, Edifício Jutahy Magalhães, 3 andar - Salvador-Bahia.
Tels.: (71) 3115-7270
  Via X Internet